segunda-feira, 12 de julho de 2010

Falecimento do mestre Augusto Queixada

Por: Luis Pereira, disponível em: http://liberatusconscientiae.blogspot.com/2010/07/nota-de-falecimento-augusto-queixada.html

Augusto Jerônimo da Silva faleceu no dia 10 de Julho, sábado, as 12:00 hs, na UTI do Hospital João Paulo II, em Porto Velho/RO. Nascido em Russas no Ceará, estava então com 76 anos de idade conforme informado pela família. Ele foi vítima na quinta-feira passada de uma emboscada de dois homens em uma moto que o abordaram quando ele trafegava de carro com a esposa e em seguida efetuaram vários disparos. Atingido por quatro tiros, ele recebeu os primeiros cuidados na Policlínica Hamilton Gondin, no bairro Tancredo Neves e depois foi encaminhado ao Hospital João Paulo II no bairro Floresta. O fato está sendo apurado pelo 8º. DP.

Augusto Jerônimo da Silva, tratado por seus discípulos como Mestre Augusto e popularmente como Augusto Queixada, foi em vida uma personalidade forte, carismática, bem controvertida, líder do "Supremo Centro Espírita Beneficente Mestre Gabriel Templo de Salomão Augusta Ordem Marçonica Rosaluz Estrela Oriental Universal Soberana União do Vegetal".

Augusto Queixada é muito conhecido no meio cultural de Porto Velho. Foi um dos primeiros amos de boi-bumbá e pessoas das mais conhecidas. Foi ainda seringueiro, raizeiro, compositor, poeta, repentista, artista de circo, ótimo contador de histórias, entre outras peripécias, que como excelente humorista, sempre fazia as pessoas rirem com seu incomparável estilo nortista. Quem o conheceu de perto sabe o quanto ele defendeu a comunhão da Ayahuasca e o respeito que ele tinha para com esta mágica bebida milenar.

Ele conheceu o Mestre Gabriel ainda criança e com ele conviveu durante muito tempo, tendo acompanhado o Mestre na Umbanda e posteriormente na União do Vegetal. Conheceu também o Mestre Irineu, fundador do Santo Daime. Após o falecimento do Mestre Gabriel em 1971, na disputa pela sucessão, retirou-se da CEBUDV e criou sua própria distribuição do Vegetal, a primeira dissidência citada acima, sob críticas de muitos e admirado por um seleto grupo que o acompanhou em seu trabalho com o Vegetal.

Eu mesmo estive com ele de 1983 até 1999, quando me retirei para trilhar um caminho diferente. Apesar de minha divergência pessoal com a forma como o trabalho estava sendo conduzido em seu centro, me retirei guardando em meu coração muito respeito e consideração e faz alguns meses ainda conversei com ele por telefone.

Hoje de manha falei com alguns conhecidos em Porto Velho e também familiares que me informaram que o velório será longo, talvez 5 dias, a espera de discípulos, amigos e familiares que estão se deslocando de várias partes do país e o sepultamento será provavelmente em sua sede "Mariana" no bairro São Francisco. Me informaram ainda que ele, mesmo baleado, ainda retornou em casa para tomar um banho e beber o Vegetal antes de seguir para a Policlínica.

Para quem não o conheceu vejam neste link entrevista ao Diário da Amazônia:
http://www.diariodaamazonia.com.br/diariodaamazonia/index2.php?sec=News&id=1049

Durante o longo tempo em que convivi com ele, muitas vezes de forma íntima já que morei em sua casa durante um tempo, fui agraciado com aprendizados dos mais diversos. Uma boa parte desses ensinamentos foram sobre a vida, confiança no Vegetal e no Mestre Gabriel, liderança pró-ativa e muita disposição para lutar pelo bem e pelo belo. Já outros ensinamentos me foram passados por minha própria consciência justamente do que não se deve fazer ao testemunhar sua personalidade forte e intempestiva.

Neste momento em que escrevo esta postagem sinto com pesar a forma como ele foi levado a realizar esta passagem tão violenta e nutro sentimentos de que Deus o tenha em bom lugar e que sua alma seja abençoada para que se corrija e retorne logo para servir a humanidade em melhores condições.

Mestre Augusto nos corrigia constantemente na forma de falar, nem sempre em concordância com as regras ortográficas ou gramaticais, por exemplo certa vez eu lhe disse que estava com dores na coluna e ele me respondeu: "é por isso mesmo que tá doendo, você tem "coluna" que é feita de cimento, já eu tenho "espinhaço" que é feita de aço !". Outra vez, realizando alguma atividade laboral intensa lhe comentei que precisava descansar e ele respondeu: "só quem morre descansa, no máximo pare um pouco para repousar".

Então Mestre Augusto agora sim, Descanse em Paz!

Luis Pereira

*Nota: meu carinho e respeito por ele não significa conivência com sua vida particular e seus atos pregressos, que como já disse, foi bem controvertida e inclusive estava cumprindo prisão domiciliar por lamentáveis fatos do passado. Agora somente a Deus cabe o seu julgamento. Por isso informo que não permitirei comentários acusatórios neste blog. Grato pela compreensão.

Um comentário:

  1. Joaçalo cordeiro da silva29 de janeiro de 2011 17:48

    Supremo Centro Espírita Beneficiente Mestre Gabriel Templo de Salomão Augusta Ordem Marçônica Rosaluz Estrela Oriental Universal Soberana União do Vegetal

    Mestre Augusto foi um dos primeiros seguidores do Mestre Gabriel, fundador da União do Vegetal.
    ele conheceu o Mestre Gabriel em um navio que viajava do Nordeste a Amazônia - Mestre Augusto vinha do Ceará e Mestre Gabriel da Bahia.
    Mestre Augusto acompanhou Mestre Gabriel nos seus trabalhos na União do Vegetal, e permaneceu com ele durante todo tempo. Depois, com a morte do Mestre Gabriel em 1971, na disputa pela sua sucessão, Mestre Augusto fundou a primeira dissidência da UDV, em 1973. Mestre Augusto, uma personaliadade forte e carismática, Seu grupo enfrentou um período de amplo crescimento, se espalhando pelo Brasil.

    A Ordem Marçonica Rosaluz, e uma sociedade criada pelo Mestre Augusto jerônimo da silva. uma sociedade de homens livres e de bons costumes de boa conduta e de boa moral, que sempre respeita as leis do nosso pais e os direitos humanos, nao julguem esta sociedade sem conhecimentos

    ResponderExcluir